ma – drugada

26 May

Nos últimos dias não tenho saído de casa. Minha pressão vem caíndo abruptamente, o mundo gira sem o mesmo gosto de antes, não há ânimo para ir à faculdade, trabalhar ou até mesmo produzir uma linha de texto.

Hoje pensei no que poderia me desafogar desse momento que desde minha existência julgava ser impossível de acontecer: cheguei à conclusão de que só se está feliz, apto ou vivo depois de algumas cervejas ou tragos.

Ainda que eu esteja me vendo como dependente(?) do happy hour, do unhappy hour e da ma – muito má- drugada, isso tudo me dá um desânimo…uma insônia. De repente, até um momento emo: cansaço de viver.

2 Responses to “ma – drugada”

  1. Yuri Kiddo May 26, 2010 at 11:01 PM #

    ééé calábria… viver mata! =(

    • calabria May 27, 2010 at 1:32 AM #

      pois é…viver mata pq o caminho deveria ser inverso. como seria se, a partir da morte, a gente – realmente – vivesse?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: